jazzportugal.ua.pt
HOME CONTACTOS BUSCA SUBSCRIÇÃO
 
agenda
media
escritos e entrevistas
músicos
jazzlinks
 

músicos > lista de músicos
Pinto, António

guitarra

Nasceu em Lisboa em 1965 1983 Iniciou estudos de música com professores particulares, para depois ingressar na escola de jazz do Hot Clube de Portugal, sob a orientação de David Gausden. 1985 Iniciou estudos na Academia dos Amadores de Música de Lisboa. Frequentou cursos paralelos realizados em Lisboa por John Abercrombie, Gary Burton, Attila Zoller, Kenny Burrel, Mike Freeman, David Liebman, Tommy Halferty e Joe Henderson entre outros. Começou a participar em grupos de ocasião com músicos como João Pedro Madaleno, Carlos Martins, José Salgueiro, Mário Delgado, Luigi Waits, Bernardo Moreira, David Gausden, John Wadham, Jimmy McKay e Ramon Cardo entre outros. 1987 Passou a fazer parte do grupo de Nanã Sousa Dias, participando em inúmeros concertos. Iniciou-se em gravações com Carlos Martins e José Mário Branco. É também convidado a formar o grupo de Sérgio Godinho na tournée de apresentação do disco ‘Na vida real’, com concertos nos Coliseus de Lisboa e do Porto. 1988 Participa na gravação do disco ‘Aqui tudo bem’ de Nanã Sousa Dias e em vários concertos (Festa do Avante, Festival de Música de Sintra, Festival de Jazz de Cascais 88, etc.). Integra o grupo de Mafalda Veiga, gravando o seu segundo disco ‘Cantar’. Juntamente com Mário Delgado, Yuri Daniel e Alexandre Frazão forma o grupo Zê-di-Zastre, inspirado na vertente eléctrica do jazz. 1989 O grupo Zê-di-Zastre participa no festival Jazz na Cidade (Lisboa) e nos Encontros de Jazz de Évora. Grava o disco ‘A preto e branco’ de Fausto, com quem inicia o gosto pela música tradicional portuguesa. Forma o grupo de Eugénia Melo e Castro, com inúmeros concertos pelo país. 1990 O grupo Zê-di-Zastre participa na Bienal dos jovens criadores da Europa e Mediterrâneo, em Mars, e no Festival de Jazz de Faro. Nesse ano o trompetista Tomás Pimentel convida-o a formar o seu sexteto, na sequência do recém extinto Sexteto de Jazz de Lisboa do qual fazia parte. 1991 Participa em vários concertos com o cantor Paulo Gonzo 1992 Grava com Paulo Gonzo o disco ‘Pedras da Calçada’. Participa com o cantor Jorge Palma em vários concertos. 1993 Ingressa na formação da Orquestra do Hot Clube de Portugal, com vários concertos pelo país. Grava os discos ‘Trás os Montes’ com a cantora Né Ladeiras e ‘Tinta Permanente’ com Sérgio Godinho participando nos concertos de promoção deste último. 1994 É convidado a formar a Orquestra ‘Sons do Mundo’ com o trompetista Laurent Filipe. Grava ‘Crónicas da terra ardente’ com Fausto e ‘Descolagem’ com Tomás Pimentel, já com a formação de septeto com Mário Franco e João Paulo Esteves da Silva. Participa nos concertos Jazz no Parque (3ª edição) na Fundação de Serralves com o septeto de Tomás Pimentel 1995 Integrando a Orquestra do Hot Clube de Portugal, participa no festival Jazz em Agosto na Fundação Calouste Gulbenkian e nos concertos Jazz no Parque (4ª edição) na Fundação de Serralves, juntamente com o pianista Mário Laginha, a cantora Maria João e o saxofonista inglês Julian Arguelles.Participa também no festival Jazz em Agosto com o septeto de Tomás Pimentel. Grava o disco ‘Ad-Libitum’ com a Orquetra ‘Sons do Mundo’ de Laurent Filipe. 1996 Integra o grupo do cantor Janita Salomé, com vários concertos no país. Grava com Fausto o disco ‘Atrás dos tempos vêm tempos’, uma colectânea de canções de 1974-1994 regravadas. 1997 Participa nas gravações de ‘Quase tudo’ com Paulo Gonzo e na tournée de promoção. Participa nos concertos de apresentação do disco ‘Mil histórias’ do cantor Gil do Carmo. Participa em concertos com Janita Salomé, Brigada Vítor Jara, Orquestra ‘Sons da Lusofonia’ (dirigida pelo saxofonista Carlos Martins), Septeto de Tomás Pimentel, Fausto e Mafalda Veiga entre outros. Grava com a fadista Mísia o disco ‘Garras dos Sentidos’. Discografia: - Nanã Sousa Dias ‘Aqui tudo bem’ 1988 (Polygram) - Mafalda Veiga ‘Cantar’ 1988 (EMI) - Fausto ‘A preto e branco’ 1989 (CBS) - Paulo Gonzo ‘Pedras da calçada’ 1992 (Columbia) - Sérgio Godinho ‘Tinta permanente’ 1993 (EMI) - Fausto ‘Crónicas da terra ardente’ 1994 (Columbia) - Né Ladeiras ‘Trás os Montes’ 1994 (EMI) - Septeto de Tomás Pimentel ‘Descolagem’ 1994 (El Tatu) - In and Young ‘Concert for the sun’ 1994 (Strauss) - (Vários) ‘Os filhos da madrugada cantam José Afonso’ 1994 (BMG) - Brigada Vítor Jara ‘Danças e folias’ 1995 (Farol) - Sérgio Godinho ‘Noites passadas’ 1995 (EMI) - Laurent Filipe ‘Ad-libitum’ 1995 (Groove/Movieplay) - Segredo dos Deuses ‘Segredo dos deuses’ 1996 (BMG) - Fausto ‘Atrás dos tempos vêm tempos’ 1996 (Columbia) - Paulo Gonzo ‘Quase tudo’ 1997 (Sony) - Carlos Mendes ‘Vagabundo do mar’ 1997 (Movieplay) - (Vários) ‘Voz & Guitarra’ 1997 (Farol) - Mísia ‘Garras dos sentidos’ 1997 (Erato) Rua Bernardino de Oliveira nº 27, 1º esq. - 1495 Algés Telf. 21.4121303 / tlm.91.9967476
 
  Escritos e entrevistas  
 
   
Clubes  

 
   
Festivais  
 
   
Universidade de Aveiro
© 2006 UA | Desenvolvido por CEMED
 VEJA TAMBÉM... 
 José Duarte - Dados Biográficos