jazzportugal.ua.pt
HOME CONTACTOS BUSCA SUBSCRIÇÃO
 
agenda
media
escritos e entrevistas
músicos
jazzlinks
  escritos  ::  entrevistas  ::  trabalhos alunos UA  ::  e mail e fax  ::  riff  ::  Jazz de A a ZZ

escritos e entrevistas > riff > ver riff
o que Caspurro me escreveu: Efeitos da aprendizagem da audiação da sintaxe harmónica no desenvolvimento da improvisação
20-03-2006
 

Helena Caspurro , docente do Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro e autora do CD Mulher Avestruz, vai realizar no próximo dia 20 de Março, às 10h00, na sala dos Actos Académicos da mesma universidade, prova de defesa da dissertação de doutoramento «Efeitos da aprendizagem da audiação da sintaxe harmónica no desenvolvimento da improvisação» (V. Resumo ou Abstract).

Pianista, cantora e autora de um já numeroso reportório de originais, Helena Caspurro tem desenvolvido uma carreira artística em torno da improvisação, desenvolvendo um estilo próprio que se caracteriza pela fusão do Jazz com aquele que é o seu património de vivências culturais, nomeadamente a Música ‘Clássica’, onde se funda a sua formação pianística.

O seu trabalho como docente quer com crianças, quer com alunos dos cursos de Licenciatura em Ensino da Música em algumas ESEs do país e actualmente na Universidade de Aveiro tem se pautado por um interesse particular em promover a prática da improvisação na educação musical, sobretudo pelo significado que aquela forma de expressão revela revestir enquanto meio ou veículo privilegiado de manifestação de conhecimento e pensamento interiorizado pelo sujeito. Enfim, enquanto espelho da própria compreensão intrínseca da música.

A sua dissertação de doutoramento não é mais portanto do que a materialização pedagógica e científica de um objectivo pelo qual se tem debatido e dedicado promover ao longo da sua vida como professora, bem como a concretização de um desejo em articular aquelas que são as suas duas grandes paixões profissionais: o Jazz, a improvisação artística e o ensino da música.

A sua prova de defesa de doutoramento estará marcada pela presença como elemento do Júri de Edwin Gordon, um dos investigadores americanos a quem se devem alguns dos maiores contributos no âmbito da Psicologia da Música e da Pedagogia Musical da actualidade. Edwin Gordon apresentará também, no dia 21 de Março, a partir das 10h30, no Anfiteatro do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade de Aveiro, uma conferência sobre «Music Learning Theory and Teaching Instruments». O especialista estará ainda nos dias 24 e 25 Março, nas Salas 1 e 3 da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, para falar sobre «Reflections on the Development of Music Learning Theory applied to early childhood».  

Resumo

Efeitos da aprendizagem da audiação da sintaxe harmónica no desenvolvimento da improvisação

 

 

Helena Caspurro

Esta dissertação pretende ser um contributo para a prática da improvisação e para o desenvolvimento da compreensão tonal e da sintaxe harmónica nos curricula de música e assim ajudar a melhorar as práticas educativas no âmbito do ensino da Música.

São seus objectivos, por um lado, criar e desenvolver estratégias de ensino-aprendizagem que promovam a compreensão harmónica funcional e as capacidades de improvisação melódica e, por outro, testar tais práticas educativas através de instrumentos de avaliação concebidos para o efeito. 

Os problemas específicos são: 1) verificar se uma metodologia de ensino-aprendizagem baseada na audiação da sintaxe harmónica ao nível auditivo-oral tem efeitos no desenvolvimento da capacidade para improvisar melodicamente; 2) verificar se resultados obtidos nos testes estandardizados de aptidão Advanced Measures of Music Aptitude (AMMA,1989) e Harmonic Improvisation Readiness Record & Rhythm Improvisation Readiness Record (HIRR & RIRR, 1998) de Edwin Gordon se relacionam com os resultados obtidos nos testes de desempenho de improvisação melódica desenvolvidos.

A experiência foi realizada no âmbito da disciplina de Formação Musical do 9º ano dos cursos de música do ensino profissional artístico da Escola ARTAVE (Santo Tirso), onde participaram 24 alunos distribuídos por duas turmas, respectivamente das disciplinas de Cordas e Sopros. Os resultados revelaram que: a) as turmas não partiram do mesmo nível de conhecimento; b) as competências de improvisação melódica dos alunos de ambas as turmas melhoraram, com maior impacto na turma com nível inferior de desempenho, e de forma estatisticamente significativa no critério de performance acompanhada; c) existe relação entre as provas de realização de improvisação e os testes AMMA & HIRR, sendo que as correlações mais expressivas dizem respeito ao HIRR e quando calculadas com as provas de improvisação realizadas no termo da instrução musical.

Os dados obtidos permitiram assim concluir que a aprendizagem da audiação da sintaxe harmónica desenvolvida na presente investigação contribuiu para o desenvolvimento da improvisação melódica destes alunos e que o AMMA e o HIRR predizem moderadamente as competências de improvisação

Abstract

Learning procedures in harmonic syntax audiation and related effects in improvisation skills

 

 

Helena Caspurro

Keywords: melodic improvisation, tonal audiation, harmonic syntax, music aptitude

The purpose of this research is to analyse and develop learning methodologies that could improve the Portuguese music education curriculum, particularly on the domains of improvisation practice, tonal comprehension and harmonic syntax.

The main objectives of this study are, on one hand, to create and develop learning strategies that could improve students’ harmonic-functional comprehension and, on the other hand, to evaluate this methodology with methods and procedures created for that purpose.

The problems specifically addressed in this study are: 1) to investigate if a learning methodology based on harmonic syntax audiation could affect and change the achievement of students’ melodic improvisation skills, at the aural/oral level; 2) to verify possible correlations between  results obtained through the standardized aptitude tests Advanced Measures of Music Aptitude (AMMA, 1989), Harmonic Improvisation Readiness Record & Rhythm Improvisation Readiness Record (HIRR & RIRR, 1998) by Edwin Gordon and the tests of melodic improvisation achievement.

Twenty four ninth-grade students of two instrumental classes, Strings and Wind instruments, of the professional music school ARTAVE () participated in this study that was undertaken in the context of the Ear Training course. The results revealed that: a) the two classes involved in the project did not start at the same level; b) both classes improved their melodic improvisation skills, although statistic significance was found on the accompanied criteria, with more impact on the class of lower level of achievement; c) there is a correlation between students’ melodic improvisation skills and the AMMA and HIRR & RIRR; this correlation is more significant with HIRR tests and when the performance results were calculated after the instruction.

The data obtained in this study allows to conclude that the audiation process of learning harmonic syntax of music developed in this project shows remarkable effects on improving the student’s melodic improvisations and that the AMMA e HIRR & RIRR can predict improvisational skills at a moderate level.

Helena Caspurro
 
  Escritos e entrevistas  
 
   
Clubes  
Cascais Jazz Club
 
   
Concertos  
 
   
Festivais  
 
   
Universidade de Aveiro
© 2006 UA | Desenvolvido por CEMED
 VEJA TAMBÉM... 
 José Duarte - Dados Biográficos